Tag Archives: transportadoras

Dicas para contratar uma empresa de mudanças

empresa de mudanças

Foto Fortaleza Guia Online

Quando tiver a necessidade de contratar uma empresa de mudanças, tenha alguns cuidados na sua escolha para ter a garantia de um bom serviço e evite cometer erros. Afinal são as suas coisas que vão estar nas mãos de estranhos e se forem perdidas ou estragadas nunca mais as irá recuperar.

10 dicas essenciais

  1. Verifique se a empresa de mudanças tem alvará. Em primeiro lugar é essencial verificar se a empresa de mudanças é idónea e qualificada, estando habilitada a efectuar serviços de transporte. Para isso, é necessário que as mesmas sejam licenciadas pelo IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes) e possuam um alvará atribuído por essa instituição. Caso a empresa não seja qualificada, corre o risco das suas mercadorias serem todas apreendidas, até que a empresa de mudanças resolva o assunto. Por isso, não arrisque e certifique-se de que se trata de uma empresa de mudanças licenciada para evitar este tipo de situação.
  2.  Certifique-se de que a empresa é especializada em mudanças. Por vezes há transportadoras licenciadas que se dedicam a outras actividades, tal como a distribuição de mercadorias por exemplo, mas que efectuam mudanças adicionalmente ao fim-de-semana para rentabilizar as suas viaturas. Neste caso as pessoas que vão a sua casa serão profissionais de outras áreas e não são especializados em mudanças. A falta de experiência aumenta o risco de incidentes, para além aumentar potencialmente o tempo na execução dos trabalhos. Não arrisque, pois irá pagar por um serviço de qualidade inferior.
  3. Procure referências da empresa de mudanças que pretende contratar. Informe-se junto de amigos, vizinhos, conhecidos e organismos de defesa do consumidor, tal como a Deco. Faça pesquisas na Internet: quem contrata gosta de comentar os serviços. Há inclusivamente alguns sites online onde encontra empresas que são acompanhadas por comentários de pessoas que os contrataram anteriormente. Veja se a empresa tem reclamações e procure trabalhar com empresas reputadas e com boas referências.
  4. Não aceite nada verbal e solicite sempre um contrato de prestação de serviços. Leia-o com atenção, esclareça todas as dúvidas e se não concordar com alguma cláusula negoceie com a empresa de mudanças. Atenção que o documento deve estar assinado pelos representantes legais da empresa. Guarde o contrato como precaução.
  5. Transporte consigo objectos de valor. Tudo o que sejam joias e dinheiro, para além de documentos pessoais, transporte-as você mesmo, para evitar perdas ou danos. Aliás, as empresas de mudanças correctas orientam sempre os clientes nesse sentido.
  6.  Não pague 100% do valor em adiantado. Negoceie um sinal e o restante pagamento no final do serviço.
  7. Faça uma visita física às instalações da empresa de mudanças. Se possível, conheça a sede da empresa para ter uma noção da sua organização e até da limpeza das instalações. Avalie o seu atendimento.
  8. Verifique se a empresa tem seguro em caso de possíveis danos dos seus bens. O seguro é uma pequena percentagem sobre o valor total de seus bens e garante a responsabilidade da empresa de mudanças sobre o que é transportado. O valor de cada objeto é declarado por si, por isso não se esqueça de nada, até porque apenas só os itens discriminados estarão seguros.
  9.  Exija sempre um orçamento impresso com todas as informações necessárias, onde conste o valor da mudança e a descrição dos prazos dos serviços. Quanto mais detalhado for, melhor. Fitas adesivas, caixas de papelão e todo o material de embalagem devem estar incluídos.
  10. Não contrate uma empresa de mudanças pelo menor preço. O erro mais comum é contratar uma empresa de mudanças pelo menor preço do mercado. No ramo de mudanças é normal que ocorra uma variação de 100 a 200% do valor dos orçamentos, porém não é recomendável contratar uma empresa de mudanças que apresente um valor cerca de 2 a 3 vezes menor do que seus concorrentes, pois é muito natural que empresas com valores tão baixos não tenham mão-de-obra qualificada, material adequado e o devido cuidado que se deve ter normalmente neste tipo de serviço.
facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube