Tag Archives: mudanças em Odivelas

12 coisas que não deve deitar fora nas mudanças

mudanças em Odivelas

Foto Listotic

Quando estamos a embalar tudo para mudar de casa é a altura perfeita para nos desenvencilharmos de alguns itens que basicamente se tornaram “tralha”. Já aqui demos, inclusivamente, algumas dicas nesse sentido.

Mas hoje, vamos dizer-lhe precisamente o contrário: tenha cuidado, pois nem tudo deve ir fora. Se está de mudanças, deixamos-lhe aqui uma lista de 12 coisas para manter e/ou levar para a sua nova casa.

1. Mantenha tudo o que for herança de família

Avalie bem o que tem em casa e pergunte-se a si próprio(a) o significado que esses artefactos têm para si e para a sua família. Estes itens devem ir consigo nas mudanças em Lisboa para a sua nova residência, senão mais tarde poder-se-á arrepender de não o ter feito.

2. Mantenha os seus aparelhos tecnológicos

Nas mudanças fique com todos os seus aparelhos tecnológicos até ter guardado ou retirado toda a sua informação pessoal, que poder-lhe-á fazer muita falta na nova casa.

3.  Guarde todas as suas fotografias

É possível que até tenha digitalizado a maioria das fotografais, mas provavelmente não todas. E não as quer perder, pois não? Não arrisque e leve todas as suas fotografias para a nova casa. Enquanto está em mudanças não será a melhor altura para verificar o que tem ou não guardado digitalmente.

4. Certifique-se de que leva todos os documentos importantes

Quando fizer as suas mudanças de casa é importante livrar-se do máximo de papel e documentação possível que não lhe faça falta. Mas tenha atenção ao que é realmente importante e que pode estar junto a toda a outra papelada, nomeadamente certificados de nascimento, de óbito, licenças de matrimónio, cartões de segurança social, documentos referentes a reformas, registos médicos, contratos de seguros, etc.

5. Mantenha o telefone fixo

Ok, tem telemóveis, mas não mande logo desligar o seu telefone fixo antes de se mudar definitivamente para a nova casa. Durante a transição, pode ficar sem bateria, esquecer-se do telemóvel nalgum lugar e assim ficará incontactável.

6. Mantenha as suas colecções

Se colecciona alguma coisa, com certeza que teve prazer em fazê-lo. Mesmo que queira aproveitar as mudanças para fazer uma “limpeza”, procure perceber o que é mais importante para si e leve-as consigo para a sua nova casa. Aproveite para expor estes artigos em vez de os ter guardado em caixas, por serem demasiados.

7. Mantenha as caixas das suas jóias

Nas mudanças de casa não se livre das caixas das suas joias, pois as mesmas têm mais valor quando são acompanhadas pelas caixas originais.

8. Certifique-se de que leva todos os itens de cozinha e da casa de banho

Se tiver coisas em duplicado, obviamente que pode dar ou vender, mas tenha a certeza de que tem o básico e essencial para si: panelas, frigideiras, uma faca de boa qualidade, uma espátula, uma colher de pau, electrodomésticos que utilize frequentemente, toalhas de banho (4 por pessoa), etc.

9. Guarde itens com valor sentimental

Guarde os objectos que lhe trazem boas memórias. Uma medalha que ganhou numa maratona, uma mecha de cabelo de quando era bebé, etc. são tudo objectos que nunca poderão ser substituídos. Não são tralha, é legítimo querer levá-los consigo nas mudanças.

10. Leve todos os itens de emergência

Pilhas, uma lanterna e um kit de primeiros socorros, etc., são tudo itens que devem ir consigo e estar à mão em caso de necessidade durante as mudanças para a nova casa. E se não tem estes itens de emergência, é altura de as adquirir!

11. Guarde etiquetas de objectos caros

As etiquetas de objectos caros ou raros não são lixo, pois irão ajudar a provar a autenticidade dos mesmos e valorizá-los.

12. Leve medicamentos e produtos de higiene pessoal

Substituir medicamentos e produtos de higiene pessoal pode ser dispendioso. Deve manter consigo os medicamentos que tem de tomar diariamente e levar consigo todos os medicamentes e produtos de higiene que ainda se encontram dentro do prazo.

Para ajudar a decidir o que é ou não importante, em qualquer um dos casos pergunte-se a si próprio(a): “se eu só pudesse levar 3 coisas comigo, o que levava?”. Esta pergunta poderá ajudar a decidir o que é realmente obrigatório levar consigo e o que eventualmente poderá deixar para trás.

Bom, claro que se estivermos a falar em livros, por exemplo, não se fique pelos “3” mas sim, por exemplo, por 20. Se só pudesse levar consigo 20 livros, quais levaria?

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube