Que imprevistos podem acontecer durante uma mudança e como evitá-los

Os imprevistos acontecem e são difíceis de prevenir. Afinal, são imprevistos, ninguém está à espera que eles aconteçam! Mas é aqui que entra a experiência, que pode ajudar em tantas situações. Uma delas é na mudança de casa. Quem já não passou por esta situação e aprendeu com erros e situações inesperadas?shutterstock_146872763

A melhor forma de evitar os imprevistos é planear tudo com grande cuidado. Mas o que é que nos pode acontecer?

  1. Deixar a amiga pendurada ao almoço. Marque na agenda o dia da mudança e não faça mais nenhuns planos para esse dia. Mudar de casa leva sempre mais tempo do que imaginamos! Não combine nada com amigos, não faça promessas aos seus filhos nem planeie um cinema, mesmo que seja ao início da noite.
  2. Sentir-se mal durante a mudança. Não se esqueça de fazer pausas e de se alimentar durante a mudança, pois “meter a mão na massa” provoca desgaste físico e mental.
  3. Fazer a empresa de transportes esperar. Se decidiu contratar uma empresa para levar os seus pertences para a sua nova morada mas optou por empacotar tudo você mesmo tem de garantir que tem tudo pronto quando chegar a hora de os transportar. Não vai querer os funcionários à espera que termine o que já deveria estar feito, pois não? Para além de ser uma perda de tempo, pode resultar num custo extra!
  4. Ter caixas que nunca mais acabam. Na hora de empacotar é preciso ter algum sangue frio para nos livrarmos de coisas que não usamos há imenso tempo e que, de certeza, não vamos voltar a usar, mas que eventualmente nos recordam algum momento da nossa vida ou que, afinal, nos parecem úteis. Mas desenganem-se: se nem sequer já se lembravam que existiam, é porque não precisam delas.
  5. Falta material. Está prontíssimo para começar a embalar, já tirou tudo para fora dos armários e tem tudo organizado. Quando vai fechar as caixas… esqueceu-se da fita! Evite este tipo de entraves às mudanças fazendo uma lista com o material que precisa e vá às compras. Reúna todo o material antes de começar para se certificar que não fala nada.
  6. Perder demasiado tempo a embalar. Quando reviramos tudo em casa é muito tentador perdermo-nos a olhar para fotos antigas, a ver cartas esquecidas ou ouvir aquele CD que já não ouvíamos há anos. Não quer dizer que não possa desfrutar das suas mudanças, mas seja prático. Quando planear o tempo que tem para empacotar tudo dê uma margem para a nostalgia e cumpra à risca os seus horários.
  7. Ficar sem dinheiro. Há sempre custos envolvidos numa mudança para os quais é importante ter contabilizado algum dinheiro extra. Nem que seja para comer qualquer coisa ao almoço ou pagar um táxi de regresso a casa, etc. Não se esqueça disso!shutterstock_373128316
facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube