Monthly Archives: March 2015

Que materiais utilizam as empresas de transportes do Porto

empresas de transportes do Porto

Foto Boxes and Bubble

Os nossos bens são preciosos e, por isso, é importante garantir que são bem acondicionados quando são entregues a empresas de transportes do Porto ou de qualquer outra zona do país, para que cheguem em perfeitas condições ao seu destino.

Por isso, vamos hoje falar-lhe dos materiais que estas empresas utilizam garantir a segurança e a preservação de todos os objectos transportados.

Caixas de Cartão

O mais comum para o acondicionamento de objectos numa mudança realizada por empresas de transportes do Porto é a utilização de caixas de cartão forte.

Esta escolha acontece quer porque estas caixas são fáceis de encontrar, quer porque são extremamente práticas. Por seu turno, têm um custo razoavelmente baixo e, dependendo do tamanho, podem transportar uma grande diversidade de objectos ao mesmo tempo, o que reduz a quantidade de volumes que têm de ser carregados e transportados.

Normalmente, as empresas de transportes do Porto trabalham com diferentes tipos e tamanhos de caixas de cartão. Damos-lhe aqui alguns exemplos:

  1. Caixas de cartão forte (duplo) de diferentes tamanhos, com abas na parte superior e/ou inferior, que requerem selagem para as abas. São indicadas para o transporte do mais variado tipo de objectos.
  2. Caixas de cartão telescópico, compostas por duas peças (uma “tampa” e um “fundo”) que são encaixadas sobre o corpo da caixa. São ideais para o transporte de quadros, TVs, LCDs, vidros e objectos muito finos,
  3. Caixas de cartão colmeia para o transporte de louças e objectos pequenos e delicados.

Plásticos de Bolha

empresas de transportes do Porto

Foto Super Interessante

Para além das caixas de cartão, as empresas de transportes do Porto ou de qualquer outra zona do país utilizam também um material indispensável em quaisquer mudanças: os plásticos de bolha.

Este material para além de proporcionar um entretém muito viciante após as mudanças feitas – quem não gosta de rebentar as bolhas!? – é de extrema importância na embalagem de determinados objectos delicados. Com efeito, entre as mais diferentes utilidades, os plásticos bolha protegem quer no transporte, quer no armazenamento de diferentes produtos e objectos, evitando que sejam danificados.

No que diz respeito à conservação de artigos muito delicados e porcelanas frágeis em situações de mudanças, também o papel seda é de extrema importância e comummente utilizado pelas empresas de transportes do Porto para o seu correcto acondicionamento.

Cartão para protecção de móveis

Para garantir que os seus móveis são entregues no destino sem qualquer dano, as empresas de transportes do Porto geralmente utilizam bobines de cartão kraft para a protecção das respectivas superfície e cantos de cartão forte para a protecção das esquinas.

Fita-cola e autocolantes

empresas de transportes do Porto

Foto Dani Garlet

Na tarefa de empacotar e acondicionar todos os seus itens, não esquecer também que as empresas de transportes do Porto necessitam de outros materiais básicos e óbvios: rolos de fita-cola PVC devidamente preparadas para resistir a diferentes tipos de clima e autocolantes (stickers) identificativos para colocar em cada volume.

Grades de madeira especiais

Para artigos de alto valor, antiguidades, quadros, espelhos ou esculturas em mármore, há empresas de transportes do Porto que utilizam grades de madeira especiais, por vezes concebidas à medida das necessidades e características dos objectos.

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

Como encontrar empresas de mudanças na Póvoa de Varzim

Ok, vai mudar de casa na zona da Póvoa de Varzim. E por sinal até leu os nossos conselhos e acha que a melhor solução para fazer as suas mudanças é contratar empresas de mudanças na Póvoa de Varzim em vez de tentar fazer tudo sozinho(a), mesmo que conte com ajuda de amigos e/ou familiares. E, por seu turno, até já leu aqui algumas dicas para contratar uma empresa de mudanças que poderão ser essenciais para a sua escolha.

Mas e agora? Por onde começar?

Hoje vamos dar-lhe algumas dicas para saber como é que pode encontrar empresas de mudanças na Póvoa de Varzim e escolher a que melhor se adequa às suas necessidades e orçamento, tendo em conta os serviços que lhe oferecem.

Pesquise primeiro junto de amigos e/ou familiares que tenham feito mudanças na mesma área geográfica. As recomendações directas são sempre as mais fiáveis e as que nos dão maior confiança na contratação de qualquer tipo de serviço. Por seu turno, quem sabe se não consegue um desconto ou uma atenção especial caso opte por uma empresa recomendada por clientes anteriores?

Outra forma de encontrar empresas de mudanças na Póvoa de Varzim é através da Internet, um excelente meio para encontrar seja o que for.

Uma simples pesquisa no Google ou noutro motor de busca mais generalista – como o Bing ou Yahoo – pode dar-lhe resultados satisfatórios, mas há sempre alguma dispersão de informação. Por isso, existem alguns sites mais direccionados que pode utilizar para pesquisar empresas de mudanças na Póvoa do Varzim e assim obter resultados mais concretos:

  • As Páginas Amarelas continuam a ser uma referência. Vá a www.pai.pt, procure por empresas de mudanças na Póvoa de Varzim e vai encontrar uma série delas.
  • Existe também um directório denominado Portugalio em www.portugalio.com onde pode fazer a mesma pesquisa.
  • Através do diretório Zaask, em www.zaask.pt, também encontra empresas de mudanças na Póvoa de Varzim, com a mais-valia de que pode pedir orçamentos e receber respostas de empresas com referências, pois são classificadas por trabalhos realizados anteriormente, o que permite uma escolha mais informada e dá mais confiança na contratação.
  • No site Imovirtual, em www.imovirtual.com, na secção Viver, também pode encontrar algumas empresas de mudanças na Póvoa de Varzim.
  • Pode utilizar também as redes sociais como o Facebook para perguntar a outras pessoas por referências e procurar fóruns que falem destes tópicos, onde consegue de imediato perceber o feedback das pessoas que contrataram as empresas.
  • No directório tuugo, em http://www.tuugo.pt/, também encontra alguns resultados.

Não se esqueça também de seguir orientações básicas na contratação de empresas de mudanças na Póvoa do Varzim:

  • Verifique se a empresa é licenciada e tem alvará
  • Verifique se a empresa é especializada em mudanças e não faz apenas “biscates”
  • Verifique se a empresa tem seguro em caso de eventuais danos dos seus bens
  • Exija um orçamento impresso e um contrato de prestação de serviços
  • Procure sempre referências por parte de anteriores clientes

E agora é só desejar-lhe boas pesquisas e boa sorte na escolha da empresa certa para si!

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube
empresas de transporte

Empresas de transporte: a solução mais fácil para fazer mudanças

Fazer mudanças de casa é sempre uma tarefa assustadora, mas que pode ser mais ou menos agradável consoante as razões que as motivaram, a nossa atitude, disposição e – sobretudo – a nossa capacidade de planeamento e tomadas de decisões. E por isso é que estamos aqui: para ajudar a planear e a dar-lhe os melhores conselhos para facilitar todo o trabalho das mudanças.

Assim, se está a pensar em pedir emprestada uma carrinha a um amigo ou alugar uma viatura, o melhor que tem a fazer é esquecer a ideia. Fazer mudanças nunca parece tão difícil como realmente é! Com efeito, raramente nos apercebemos da quantidade de coisas que possuímos até estarmos rodeados de caixas e mais caixas, que parecem não ter fim.

empresas de transporte

Foto Xojane

Por seu turno, se quer dispensar empresas de transportes e fazer você mesmo(a) as mudanças da sua casa, considere o seguinte:

  • Tem tempo para fazer todas as mudanças? Parecendo que não, empacotar tudo, carregar o(s) veiculo(s), conduzir, descarregar….tudo isto consome muito tempo. A verdade é que as empresas de transporte fazem o trabalho com muito maior rapidez e eficácia. E nas nossas vidas tempo é dinheiro!
  • Tem ideia da quantidade de caixas e móveis que vai ter de transportar de uma casa para a outra?
  • Vai poder contar com elevadores? Os móveis cabem nos elevadores ou vai ter de subir e descer muitas escadas?
  • Tem noção de que os móveis e os electrodomésticos grandes são extremamente difíceis de manobrar?
  • Está em boa forma física para aguentar as mudanças e o ritmo do “carrega e descarrega”?
  • Vai contar com ajuda no processo? Quantas pessoas estão disponíveis para ajudá-lo(a)?
  • A sua viatura ou a(s) viatura(s) que está a pensar em pedir emprestada(s) são suficientes para efectuar as mudanças? Ou vai ter de alugar?
  • Qual a distância das mudanças? Pense no tempo de deslocação, no combustível que vai ter de gastar e possíveis paragens para descansar e comer, no caso de serem muitos quilómetros.

É verdade que a maior parte das vezes conseguimos ter a ajuda de amigos e familiares, mas mesmo assim a solução mais fácil para mudar de casa é contratar empresas de mudanças qualificadas ou transportadoras nacionais, que para além de lhe facilitarem a vida garantem que todos os seus pertences chegam são e salvos ao seu destino.

empresas de transporte

FotoMobile Geeks

Se tem receio em não saber escolher bem entre tantas empresas de transportes que existem actualmente, siga algumas dicas básicas que ajudarão a tomar a melhor decisão. Claro que não estamos livres de ser enganados ou de acabarmos por contratar um mau serviço, mas fazermos sozinhos a deslocação de todos os nossos bens também nos pode sair bem caro. Porquê?

Vamos ver os prós e os contras de não contratar empresas de transporte:

«Prós»» em não contratar empresas de transportes

  • Tem o controlo total de todos os aspectos relacionados com as mudanças
  • Tem maior flexibilidade de horários e escolha dos dias
  • Poupa dinheiro, sobretudo se não tiver de alugar uma viatura.

«Contras» em não contratar empresas de transportes

  • Inexperiência. Não temos a mesma experiência que os funcionários das empresas de transporte para carregar os nossos bens mais pesados, como móveis e sofás, etc., que para além de se poderem estragar na passagem por portas, descidas de escadas, etc., podem pôr em risco a nossa saúde. E em vez de mudanças felizes, acabamos com uma valente dor nas costas e os braços doridos, senão for algo pior. Se nunca fez nenhumas mudanças… não faz ideia no que se está a meter!
  • Se tiver de alugar um transporte maior sem condutor poderá ter dificuldade em conduzi-lo.
  • Será sempre o único responsável por quaisquer danos causados aos seus bens. Nós também não temos a mesma experiência das empresas de transportes  e os nosso bens podem chegar ao destino danificados, causando-nos grande prejuízo, quer emocional – de objectos que nos são queridos – ou financeiro.
  • Há, então, maior risco de lesões, acidentes e prejuízos materiais, sobretudo se inclui o transporte de móveis e caixas pesadas.
  • A mudança poderá demorar mais tempo do que esperava, o que pode significar faltar mais dias ao trabalho e mais custos ao nível do aluguer da viatura.

E agora vamos ver os prós e os contras de contratar empresas de transporte:

«Prós»» em contratar empresas de transportes

  • A contratação de empresas de transporte profissionais vai poupar-lhe tempo, quer na parte de carregar e descarregar, como nas deslocações, uma vez que são eles que tratam de tudo.
  • O risco de lesões, acidentes e prejuízos materiais é muito menor. Para além disso, a empresa é responsabilizada no caso de perda ou dano de algum objecto, sendo o cliente indemnizado.
  • Como não vai ser você a fazer as mudanças… não se cansa!
  • Há empresas de transporte e mudanças que se encarregam também do empacotamento, disponibilizando caixas, papel de embrulho, plásticos, etc.

«Contras»» em contratar empresas de transportes

  • Terá de despender algum tempo a pesquisar empresas de transporte, pedir orçamentos e verificar a disponibilidade das mesmas para a data que melhor lhe convém.
  • Terá de estar perfeitamente coordenado e garantir uma boa comunicação com a empresa contratada durante as mudanças, quer no ponto de partida como de destino.
  • Pode não confiar em mãos de estranhos pertences mais pessoais
  • É um pouco mais dispendioso do que tratar de tudo sozinho com a ajuda de familiares e amigos.

E agora, já decidiu? Vai ou não contratar empresas de transporte para realizar as mudanças da sua casa?

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

Dicas para criar uma empresa de transporte

O tema de hoje é um pouco diferente. Claro que está relacionado com serviços de mudanças, mas neste caso não vamos falar de mudanças de casa ou escritório mas de algo que pode significar uma mudança de vida profissional: vamos dar-lhe algumas dicas para criar uma empresa de transporte.

Tal como acontece na abertura de outros negócios das mais diversas naturezas, o primeiro passo a dar após a decisão de criar uma empresa de transporte é elaborar um plano de negócios estruturado e detalhado, que englobe acções de marketing, orçamentos e finanças, recursos humanos e gestão, bem como uma lista de objectivos para atingir o sucesso.

Assim, um plano de negócios de uma empresa de transporte deve incluir:

  • Informação da empresa de transporte: nome da empresa, data de abertura, nome do proprietário, número de registo do empreendimento e informação de contacto. Inclua também a história e a missão da empresa, juntamente com a lista de objectivos de negócios.
  • Serviços: componha uma lista de serviços que a empresa de transporte irá fornecer, descrevendo-os detalhadamente. Inclua o tamanho dos veículos que podem ser alugados ou requeridos para transportes e mudanças, bem como a área de actuação (local, nacional e/ou internacional). Defina se irá ter apenas serviços com funcionários próprios para conduzir os veículos e fazer o serviço de mudanças ou se pretende também disponibilizar o aluguer dos veículos a particulares.
  • Análise de mercado: antes de abrir qualquer negócio é essencial fazer uma análise de mercado para identificar as verdadeiras necessidades. Analise concorrentes directos e observe que serviços oferecem e como se anunciam. Crie uma estratégia de marketing para que a sua empresa de transporte se consiga destacar e atrair mais clientes. O plano de negócios deverá incluir todas as suas conclusões e planos de estratégia de conquista de mercado.
  • Gestão e funcionários: o plano de negócios deverá definir estratégias e tipos de gestão, bem como o número e tipo de funcionários necessários para o exercício da actividade.
  • Orçamento e finanças: Claro que num plano de negócios deverá constar um orçamento onde seja discriminada a receita anual esperada, despesas com salários e outras despesas fixas e uma previsão de despesas variáveis. O orçamento deve ser efectuado por forma a ser aplicado mês a mês sem grandes alterações.
empresa de transporte

Foto Primagama

Entretanto, há ainda outras dicas que terá de considerar quando decidir criar uma empresa de transporte:

  • Escolha um nome atractivo mas igualmente relevante para o seu negócio, que transmita o tipo de serviço prestado.
  • Certifique-se de que obtém as licenças necessárias, seguro e alvará.
  • Encontre uma localização para a sua sede que esteja perto de armazéns ou que inclua os mesmos para armazenamento e parqueamento dos seus veículos.
  • Contrate funcionários licenciados e devidamente qualificados. É importante rodear-se dos melhores profissionais para o sucesso da sua empresa de transporte.
  • Crie um site para o seu negócio com o máximo de informação possível e registe-se em directórios de Internet que reúnem diferentes tipos de fornecedores para angariar mais clientes para a sua empresa de transporte. Utilize também as redes sociais para divulgação.

E boa sorte para o seu negócio!

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

12 coisas que não deve deitar fora nas mudanças

mudanças em Odivelas

Foto Listotic

Quando estamos a embalar tudo para mudar de casa é a altura perfeita para nos desenvencilharmos de alguns itens que basicamente se tornaram “tralha”. Já aqui demos, inclusivamente, algumas dicas nesse sentido.

Mas hoje, vamos dizer-lhe precisamente o contrário: tenha cuidado, pois nem tudo deve ir fora. Se está de mudanças, deixamos-lhe aqui uma lista de 12 coisas para manter e/ou levar para a sua nova casa.

1. Mantenha tudo o que for herança de família

Avalie bem o que tem em casa e pergunte-se a si próprio(a) o significado que esses artefactos têm para si e para a sua família. Estes itens devem ir consigo nas mudanças em Lisboa para a sua nova residência, senão mais tarde poder-se-á arrepender de não o ter feito.

2. Mantenha os seus aparelhos tecnológicos

Nas mudanças fique com todos os seus aparelhos tecnológicos até ter guardado ou retirado toda a sua informação pessoal, que poder-lhe-á fazer muita falta na nova casa.

3.  Guarde todas as suas fotografias

É possível que até tenha digitalizado a maioria das fotografais, mas provavelmente não todas. E não as quer perder, pois não? Não arrisque e leve todas as suas fotografias para a nova casa. Enquanto está em mudanças não será a melhor altura para verificar o que tem ou não guardado digitalmente.

4. Certifique-se de que leva todos os documentos importantes

Quando fizer as suas mudanças de casa é importante livrar-se do máximo de papel e documentação possível que não lhe faça falta. Mas tenha atenção ao que é realmente importante e que pode estar junto a toda a outra papelada, nomeadamente certificados de nascimento, de óbito, licenças de matrimónio, cartões de segurança social, documentos referentes a reformas, registos médicos, contratos de seguros, etc.

5. Mantenha o telefone fixo

Ok, tem telemóveis, mas não mande logo desligar o seu telefone fixo antes de se mudar definitivamente para a nova casa. Durante a transição, pode ficar sem bateria, esquecer-se do telemóvel nalgum lugar e assim ficará incontactável.

6. Mantenha as suas colecções

Se colecciona alguma coisa, com certeza que teve prazer em fazê-lo. Mesmo que queira aproveitar as mudanças para fazer uma “limpeza”, procure perceber o que é mais importante para si e leve-as consigo para a sua nova casa. Aproveite para expor estes artigos em vez de os ter guardado em caixas, por serem demasiados.

7. Mantenha as caixas das suas jóias

Nas mudanças de casa não se livre das caixas das suas joias, pois as mesmas têm mais valor quando são acompanhadas pelas caixas originais.

8. Certifique-se de que leva todos os itens de cozinha e da casa de banho

Se tiver coisas em duplicado, obviamente que pode dar ou vender, mas tenha a certeza de que tem o básico e essencial para si: panelas, frigideiras, uma faca de boa qualidade, uma espátula, uma colher de pau, electrodomésticos que utilize frequentemente, toalhas de banho (4 por pessoa), etc.

9. Guarde itens com valor sentimental

Guarde os objectos que lhe trazem boas memórias. Uma medalha que ganhou numa maratona, uma mecha de cabelo de quando era bebé, etc. são tudo objectos que nunca poderão ser substituídos. Não são tralha, é legítimo querer levá-los consigo nas mudanças.

10. Leve todos os itens de emergência

Pilhas, uma lanterna e um kit de primeiros socorros, etc., são tudo itens que devem ir consigo e estar à mão em caso de necessidade durante as mudanças para a nova casa. E se não tem estes itens de emergência, é altura de as adquirir!

11. Guarde etiquetas de objectos caros

As etiquetas de objectos caros ou raros não são lixo, pois irão ajudar a provar a autenticidade dos mesmos e valorizá-los.

12. Leve medicamentos e produtos de higiene pessoal

Substituir medicamentos e produtos de higiene pessoal pode ser dispendioso. Deve manter consigo os medicamentos que tem de tomar diariamente e levar consigo todos os medicamentes e produtos de higiene que ainda se encontram dentro do prazo.

Para ajudar a decidir o que é ou não importante, em qualquer um dos casos pergunte-se a si próprio(a): “se eu só pudesse levar 3 coisas comigo, o que levava?”. Esta pergunta poderá ajudar a decidir o que é realmente obrigatório levar consigo e o que eventualmente poderá deixar para trás.

Bom, claro que se estivermos a falar em livros, por exemplo, não se fique pelos “3” mas sim, por exemplo, por 20. Se só pudesse levar consigo 20 livros, quais levaria?

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

Como escolher mudanças low cost no Porto

Hoje vamos ver como escolher uma empresa de mudanças low cost no Porto. Afinal, quem é que não procura preços baixos? Em todas as áreas da nossa vida, a tendência é para poupar, sobretudo em tempos de crise. Quando vamos ao supermercado, quando compramos roupa ou escolhemos um brinquedo para os nossos filhos, etc., procuramos sempre encontrar a melhor relação preço-qualidade para não nos arrependeremos das nossas escolhas. O mesmo acontece, obviamente, quando temos de fazer mudanças.

Quando for à procura de uma empresa de mudanças low cost no Porto tenha em atenção de quem nem todas as empresas são o que dizem ser e que há uma série de considerações a ter em conta para não ter surpresas desagradáveis.

Já aqui lhe deixámos dicas para contratar uma empresa de mudanças, em que o (a) alertamos para o facto de que escolher uma empresa de custo muito baixo é um risco, que pode correr muito bem e conseguir poupar muito dinheiro ou pode correr muito mal e perder ou ver os seus bens danificados.

No entanto, caso opte por esta decisão, vamos aqui deixar-lhe algumas dicas especificamente relacionadas com a escolha de mudanças low cost no Porto:

  1. Procure referências. Jamais escolha uma empresa de mudanças low cost no Porto sem referências de alguém conhecido que já a tenha contratado. Procure entre vizinhos, amigos ou até mesmo através da Internet, onde hoje em dia existem muitos sites com comentários realizados por outros clientes. Procure também as opiniões de outras pessoas em fóruns da especialidade.
  2. Certifique-se da idoneidade da empresa. Nunca escolha uma empresa de mudanças low cost no Porto que apresente apenas um número de telemóvel. Dê preferência a empresas que forneçam uma morada fixa e verifique a morada. Em princípio, uma empresa que esteja já implementada no mercado, com experiência e já com uma reputação que queira defender terá já as suas instalações fixas, com um escritório para atendimento ao público e, muito provavelmente, armazéns onde pode guardar materiais que necessita para prestar os seus serviços. Procure mesmo visitar as instalações, marcando um encontro nos escritórios da empresa.
  3. Analise várias opções. Peça sempre pelo menos 3 orçamentos a empresas diferentes e desconfie sempre de propostas de orçamentos mesmo muito baixas em relação aos concorrentes. Não tome decisões precipitadas e não arrisque a confiar em pessoas que não tenham qualquer responsabilidade e que possam a vir fazer um mau trabalho.
  4. Leia em detalhe o orçamento e tire todas as suas dúvidas. Analise bem o orçamento apresentado, que terá de ser por escrito. Veja se o valor já inclui portagens, IVA, etc. Deve estar tudo descrito, incluindo métodos, seguros, materiais de protecção, elevadores exteriores, etc. Não queira surpreender-se no momento em que tiver que fazer o pagamento final.
  5. Verifique as condições de segurança dos veículos utilizados pela empresa de mudanças low cost no Porto que contratar. Veja os pneus e as condições de circulação dos mesmos.
  6. Verifique se a empresa de mudanças low cost no Porto está devidamente legal e segura. Todas as empresas de mudanças legais têm de ter um número de alvará, pelo que deverá verificar se têm licença válida. Veja também se o seguro está válido e quais os montantes cobertos. Há empresas que não sendo especializadas em mudanças julgam que basta ter outros seguros de transporte de mercadorias, mas não.
  7. Vigie e acompanhe. Após a contratação da empresa de mudanças low cost no Porto, tenha alguns cuidados no dia das mudanças. Vigie o trabalho e acompanhe sempre os seus bens desde o ponto de partida até ao destino final.
facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

Como organizar o seu quarto após mudanças de casa para Lisboa

mudanças de Pombal

Foto Casa Pequena

Se vive fora e está a pensar em mudar-se para Lisboa, vamos dar-lhe algumas dicas para organizar o seu quarto após as mudanças de Pombal.

O primeiro passo a dar após ter descarregado todos os pertences é colocar cada uma das caixas na divisão correspondente, para evitar perder coisas pelo caminho.

O ideal é ter etiquetado tudo quando fez o empacotamento, quer com a divisão da casa onde pertence a caixa, quer com o tipo de itens que ali tenha guardado.

Se assim o fizer, poderá começar a desempacotar tudo por prioridades: os objectos de utilidade imediata que trouxe das suas mudanças devem ser os primeiros a serem desempacotados, nomeadamente vestuário e roupas de cama, toalhas, material de higiene e alimentação. As caixas com objectos de decoração poderão ficar para último.

Tenha também consigo alguns acessórios que ajudam na mudança e na organização do seu quarto após as mudanças de casa, nomeadamente cabides, sacos organizadores a vácuo, organizadores de gavetas, prateleiras móveis, caixas de arrumação e baús.

Adquira-os em lojas como o Ikea, que na zona de Lisboa poderá encontrar em Loures e em Alfragide. 

Tem também o AKI  – em Cascais, Loures, no Parque das Nações, no Centro Comercial Colombo, em Telheiras, Mafra – e o Leroy Merlin, que na zona da Grande Lisboa encontra em Alfragide, Amadora e Sintra.

Organizar o quarto após mudanças

Vamos então dar-lhe algumas dicas para aproveitar que está a mudar de casa para organizar o seu quarto – e o quarto dos miúdos, se for caso disso – como sempre quis. Agora nada pode por entrave a este seu eterno desejo de ter tudo organizado, porque TEM MESMO de ser.

Então, para organizar o seu quarto após as mudanças de casa antes de mais invista preferencialmente em cabides de plástico ou de madeira, pois os de metal podem estragar as roupas.

Para uma organização prática e funcional, pode padronizar os seus cabides para os diferentes estilos de roupas e optar por adquirir modelos próprios para cintos, gravatas e lenços, em vez de os guardar na cómoda. Existem uns próprios no IKEA com essa finalidade, que pessoalmente conhecemos, mas decerto encontrará noutros locais.

Aposte também em sapateiras, que permitem que encontre os seus sapatos no dia-a-dia sem ter de estar sempre a abrir caixas. As caixas deverão ser utilizadas para guardar os sapatos que são usados em ocasiões especiais. Pode colocar essas caixas na parte inferior do armário, que pode usar também para guardar roupas que não utilize muito em caixas ou sacos apropriados.

Existem inúmeras soluções nas lojas que acima indicámos que poderão ajudá-la(o) após as mudanças de Pombal, assim como na CASA¸ que na zona da Grande Lisboa encontra em inúmeras localizações, nomeadamente em Algés – Miraflores, no Almada Fórum, no Barreiro/Coina, na cidade de lisboa (Avenida Miguel Bombarda, Baixa e Estefania e Centro Comercial Colombo) e em Sintra (no Retail Park).

Aproveite também as mudanças de casa para agrupar as suas roupas baseando-se na forma, na frequência e nas ocasiões em que as costuma usar. Por exemplo, divida-as por cores, estação ou por “roupas para o trabalho”, “roupas para passear”, “para ficar em casa” ou “roupas para fazer desporto”.

No que diz respeito às gavetas, deverá arrumar roupas adicionais e acessórios. Crie uma gaveta para as suas roupas íntimas, outra para os pijamas, uma para a roupa de desporto e até pode deixar uma gaveta livre para roupa que use muito frequentemente. Atenção que também encontra organizadores de gavetas nas lojas acima mencionadas que são bastante úteis.

facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube